Veja que casar fora do país é mais fácil do que imagina

05/06/2017

Já pensou em realizar seu casamento em um lugar inusitado, fora do país e aproveitar a lua de mel logo em seguida? Casar no exterior, na praia, no Caribe ou ao alto-mar está cada vez mais fácil de se tornar realidade. Vem comigo nessa aventura?

 

Se você é noiva já faz algumas meses, sabe que os dias começam a voar para a tão esperada data e claro, tudo precisa estar perfeito. Afinal, são duas  histórias, várias pessoas e um momento tão especial para concretizar este amor. Então é necessário cuidar dos mínimos detalhes, para que tudo seja memorável e é preciso escolher um lugar que seja compatível com o estilo do casório.


Continue lendo esse artigo e venha se aventurar no mundo mágico do Destination Wedding.

 

 

1 - Destination Wedding, mas o que é isso?

2 - Afinal, quais são os documentos pra se casar fora do país?

3 - Gostou da ideia? Veja minhas indicações de lugares

4 - Sou eu que arco com as despesas dos convidados?

5 - O grande benefício de fazer a lua de mel durante a viagem

6 - Não esqueça de levar o fotógrafo

7 - É mais barato ou mais caro do que um casório no Brasil?

8 - Idioma. É um problema?

9 - Sobre minha viagem para o exterior - Alessandra

10 - Pontos positivos e negativos

 

 

1 - Destination Wedding, mas o que é isso?

 

Não sabe o que é o Destination Wedding? Vamos lá que vou te explicar melhor.

 

Destination Wedding é um termo muito usado mundo afora, mas aqui no Brasil é pouco conhecido no mercado de casamento.  Ele é usado para casamentos que são feitos em um país, estado ou cidade diferente. Não precisa ser necessariamente em outro país, como é dito.


A ideia do Destination é fazer uma cerimônia em um lugar que você, seus convidados e o seu noivo não moram. Legal né?

 

Mais ou menos como aquelas cenas dignas de cinema, com casamentos ao ar livre, em locais paradisíacos e praias. Geralmente os casais preferem lugares com essas características, pois a paisagem contribui muito, para que tudo se torne ainda mais marcante.

 

A festinha começa bem antes do que as cerimônias convencionais. A intenção é começar cedo (manhã ou tarde) e aproveitar a noite em festa, fazendo um tur pela cidade ou aproveitando o Hotel. O casamento em si, leva um final de semana inteiro. Pois todos os convidados, madrinhas, padrinhos estarão aproveitando a viagem junto de vocês. E claro, depois disso, vocês dois podem aproveitar a lua de mel em um lugar fantástico.


É opção do casal fazer a organização por conta e risco ou através de um cerimonial. Eu sempre recomendo que os noivos tenham uma assessoria e cerimonial para o casório. São muitas tarefas, detalhes e preocupações para resolver. Se o casal ficar estressado, toda a energia e a emoção boa desse momento irá se tornar em algo tenso, agitado e exaustivo. Ninguém quer isso, não é verdade?

 

Procure um cerimonial que assuma o controle e seja o seu braço direito nesse dia. Minha recomendação é a Camila Ferrarini da Laço Di Fiore.

 

 

2 - Afinal, quais são os documentos pra se casar fora do país?

 

Primeiro você precisa escolher o local que realizará o seu casamento. Será no Brasil ou em outro país?

 

Se for no Brasil, a sua preocupação será mais com aviões, passagens, hotel e com o casamento. 

 

Se for realizar seu casamento fora do Brasil, aí sim. A primeira tarefa que você deve fazer é encaminhar o seu pedido de passaporte. 

 

Quando eu solicitei o meu passaporte, minha primeira impressão era que poderia demorar, teria que reunir vários papéis, enfrentar filas e ter muita dor de cabeça, mas saiba, é bem o oposto. 

 

É muito simples. Você solicita o passaporte via site da Polícia Federal, preenche o formulário (que leva 5 minutos), paga o GRU e depois marca um atendimento presencial. 

 

Na época que eu fiz, o meu atendimento na Polícia Federal levou menos de 3 minutos. É realmente um documento bem fácil de solicitar e o mais importante, sem estresse e dor de cabeça para consegui-lo. 

 

Fora o passaporte, é preciso ver a documentação necessária para aquele local em específico, pois ela modifica de acordo com o país.

 

Por exemplo, para casar no Hotel Le Guanahani (em Saint Barth) é necessário um pedido oficial, que deve ser preenchido e aprovado um mês antes da data do casamento. Além de profissionais preparados para a realização cerimônia, um oficial, um tradutor e um intérprete.

 

Agora, se preferir casar na Grécia, o Hotel Mystique é uma ótima sugestão, ele fica próximo da capital e tem uma vista linda do mar. Excelente também para a lua de mel. Para quem não possui nacionalidade europeia, o hotel exige:

 

  • Certidão de casamento civil, válida para o país de destino autenticada pelo cartório

  • Certidão de nascimento na língua do país de destino, também autenticada

  • Uma carta ou licença oficial do cartório informando a data da cerimônia

  • Fotocópia do passaporte

  • Os  documentos devem ser encaminhados ao Consulado ou Embaixada da Grécia.

 

Esses lugares citados acima, incluem pacotes de serviços para o Destination Wedding. Independente do local em que você optar por realizar seu casamento, é importante lembrar que deve também registrá-lo no Brasil. Indo ao cartório. É aconselhável realizar apenas a cerimônia simbólica no exterior, pois além do processo se tornar mais simples, sai mais em conta.

 

3 - Gostou da ideia? Veja minhas indicações de lugares

 

Não pense que vou esquecer de dar as melhores dicas de destinos para você curtir com o seu amor! Prepare o papel e a caneta e anote tudinho!

 

• Saint Barth: 

 

Como já citamos acima, o Hotel Le Guanahani, em Saint Barth, é uma ótima opção, além de ser um local  bem romântico, com direito a água da cor do céu, é o roteiro perfeito para aquele casamento dos sonhos.

 

O local tem área privada capaz de acomodar todos os convidados, além de oferecer todo o conforto, a equipe faz questão de que tudo ocorra da melhor maneira possível para o casal. E afinal de contas, quem não gostaria de casar num paraíso destes?

 

• Paris:

 

Um dos destinos mais procurados pelos casais, sem dúvidas é a capital francesa. 

 

Paris oferece cenários deslumbrantes, com direito a castelos, locais históricos e é claro a famosa e bela Torre Eiffel. Os registros fotográficos ficam lindos e com certeza vão agradar você e todos os convidados. 

 

• Las Vegas: 

 

Não tem como fazer uma lista de possíveis destinos sem falar de Las Vegas.

 

Se você prefere um casamento mais ousado e informal, com certeza será o melhor destino. Eles oferecem pacotes de casamento, de acordo com a preferência do casal, geralmente não custam tão caros, porém se quiser oficializá-lo também no Brasil, o processo será um pouco diferente.

 

• Nova York:

 

Que tal um pouco de calma em meio a agitada cidade de Nova York? 

 

O Central Park, localizado no centro de Manhattan e é um local muito querido, disponibilizam da realização de uma cerimônia íntima, para em torno de 10 convidados. A escolha do local exato do parque para a realização do casamento fica por conta dos noivos.

 

• Itália:

 

Qualquer local que você escolher será digno de contos de fadas.

 

As paisagens italianas, são umas das mais belas do mundo. O clima histórico proporciona uma viagem no tempo e fará você se sentir muito especial diante de tanta beleza.

 

Existem algumas cidades que recebem e acomodam todos os convidados em um mesmo hotel, como é o caso de Arezzo, na região da Toscana. Já na cidadezinha de Villa di Maiano, somente são realizados os eventos em si. A hospedagem dos convidados deve ser feita em outro local, geralmente em Firenze, que fica a uns oito quilômetros de distância.

 

4 - Sou eu que arco com as despesas dos convidados?

 

Uma das grandes pergunta que fica no ar: quem irá pagar as passagens para os convidados?

 

Não pense que isso é sua obrigação, fica a critério de vocês decidirem ou não os gastos com passagens e hospedagens dos convidados.

 

É normal que alguns convidados não consigam ir devido aos valores, mas a ideia do Destination Wedding é realmente isso. Ter poucos convidados ou somente os padrinhos e madrinhas. Ser um casamento bem intimo.

 

A sua tarefa e a da cerimonialista será de facilitar a ida dos convidados, auxiliando na localização do evento, passaporte, mapa e em outros detalhes valiosos, para que todos estejam presentes.

 

Se pretendem fazer algo mais íntimo, levando apenas as pessoas próximas de vocês, o valor sairá mais em conta. E se a lista de convidados for mais extensa, o custo será mais elevado, sempre pense nisso.

 

Portanto passa a ser interessante se cada um for responsável pelas suas despesas, assim o casório não terá um valor extremamente fora do orçamento previsto. É importante também, enviar um Save the Date bem antecipado. No mínimo 7 meses antes. 

 

5 - O grande benefício de fazer a lua de mel durante a viagem.

 

Uma das grandes vantagens do Destination Wedding é poder aproveitar a viagem para realizar a lua de mel e tirar uns dias de férias.

 

Esse é mais um lado positivo, de que o casamento no exterior é sempre uma boa opção e a viagem sairia mais em conta, já que a cerimônia e a lua de mel são realizadas no mesmo local.

 

  • Ao longo destes 5 anos fotografando, atendi muitos casais que fizeram o casamento aqui e depois a lua de mel fora do país. Por que não fazer o casamento e a lua de mel juntos? 

 

Portanto se tem em mente esse pacote dois em um, é recomendado pensar: Em qual local desejo fazer meu casamento? Ele serviria para minha lua de mel? Se eu quisesse passar minhas férias neste local, conseguiria aproveitar? Os convidados também podem desfrutar de alguns dias de descanso?

 

6 - Não esqueça de levar o fotógrafo

 

Alguns locais de recepção ou cerimônia no exterior indicam a grande maioria dos profissionais necessários para auxiliar antes e durante o casamento.


No caso do fotógrafo, é aconselhável contratar um daqui do Brasil. Pense comigo. Como vocês dois farão o ensaio pré casamento, se o fotógrafo está do outro lado do mundo? E se houver um problema de entrega de material, como vão cobrar dele? Ainda mais que as leis são diferentes em cada país. 

 

As madrinhas e os demais convidados também precisam se preparar para o casamento, portanto é importante pesquisar sobre os salões de beleza locais ou levar profissionais que possam atender a todos. 

 

 

7 - É mais barato ou mais caro do que um casório no Brasil?

 

Em geral, o casamento se torna mais barato, um dos fatores que chamam a atenção é o fato de poder aproveitar a mesma viagem para realizar a lua de mel. E o preço de fornecedores é mais caro no Brasil, do que em grande parte dos outros continentes.

 

Claro que é preciso avaliar o quanto vocês pretendem gastar e encontrar os fornecedores que existem na localidade que vai acontecer o casamento. Mas calma! Tudo é uma questão de colocar no papel quais são as suas prioridades, se estiverem dispostos a juntar algumas economias e realizar esse sonho, posso afirmar que vai valer a pena o investimento.

 

Leve em consideração, que a maioria dos hotéis ou espaços contém pacotes que cabem no bolso e que a cerimônia é simbólica. Deve analisar também se a cerimônia será mais reservada, com uma quantidade menor de convidados, isso torna mais em conta.

 

8 - Idioma. É um problema?

 

Quando a viagem tem como objetivo os estudos, saber a língua do país de destino é algo imprescindível, mas é um problema para o Destination Wedding? Nesse caso, não é obrigatório saber o idioma do país, porém é uma grande vantagem de comunicação na hora da organização da cerimônia e isso é muito importante.


O ideal é ter uma madrinha ou cerimonial que tenha fluência no idioma. Quem sabe um convidado? Com certeza deve ter alguém por perto da sua rede de amigos.

 

Isso ajuda para entrar em contato com os fornecedores, reservar o espaço para da cerimônia e hotel.

 

Se for o caso, avalie qual a linguagem do país e seu nível de fluência. A presença de um tradutor ou intérprete também contribui para o entendimento durante a cerimônia e a viagem em si. Mas não deve encarar o idioma como um problema para a realização da viagem.

 

Se você não domina nenhum idioma e não pretende arriscar, Portugal é um exemplo de destino perfeito para os brasileiros pela familiaridade da língua e pelas lindas paisagens.

 

9 - Sobre minha viagem para o exterior - Alessandra

 

Um dos momentos mais cruciais é a escolha do país que você deseja viajar. Primeiro você precisa se perguntar : Qual é o propósito da minha viagem? São os estudos? Quero passear com minha família? Preciso ir a trabalho?

 

Alessandra - Vou falar um pouquinho do meu caso em específico, pretendo fazer intercâmbio no próximo semestre para Portugal.

 

Escolhi esse país pelo fato de não ter domínio em outra língua. E como ficarei em torno de seis meses, é possível eu me aperfeiçoar em outros idiomas, como o inglês e o espanhol, que também é falado por lá.

 

Da parte divertida, vamos para a burocrática, depois que eu escolhi o destino, havia chegado a hora de correr atrás da documentação, uma das mais importantes é a carta de intenção, nela deve constar os reais motivos da sua ida.

 

A carta é enviada para a universidade de destino junto com outros documentos, como seu histórico acadêmico, um currículo na língua do país de destino, informações pessoais, número do passaporte e entre outros.

 

No momento estou aguardando a  carta de aceite. Ela é o sinal verde para a retirada do visto e é importante consultar se a sua cidade possui Consulado, pois caso não tenha, é necessário ir na cidade mais próxima, no meu caso em Porto Alegre.

 

  • Para ser sincera, estou bem ansiosa e cheia de expectativas da viagem, que tem finalidade acadêmica, mas servirá também como aprendizado pessoal. Estou super empolgada rsrs.

 

Terei que encontrar um local para morar, as opções vão de quartos individuais à hotéis. Existem quartos para estudantes dentro das instituições que são gratuitos. Mas como não vou sozinha, dividir um quarto sairá mais em conta, quero uma viagem tranquila, portanto no quesito privacidade também se torna a melhor opção.

 

Será uma troca de conhecimento cultural, vou encontrar jovens de todas as partes do nosso planeta! Demais né? Já estou fazendo um roteiro dos países que quero visitar, dos locais que quero conhecer. Nunca viajei de avião, tenho medo, mas a vontade de explorar um novo mundo, por assim dizer, fala maior do que qualquer coisa.

 

Aqui ficarão minha família e pessoas muito importantes e com o coração apertado, mas que entendem o quanto é relevante para mim realizar esse sonho nessa fase da minha vida. Estou na torcida para que tudo dê certo e que o tão esperado dia do check-in chegue logo!

 

10 - Pontos positivos e negativos

 

Para tudo na vida existem os prós e os contras, com o Destination Wedding não é diferente. Vamos listar abaixo alguns pontos positivos e negativos para que você possa comparar:

 

Pontos positivos:

  • A maioria dos locais trabalham com pacotes de serviços

  • A lua de mel pode ser feita no mesmo local de viagem

  • É possível aproveitar para tirar férias

  • A festa dura um final de semana

  • A paisagem contribui para um registro fotográfico de tirar o fôlego

  • A cerimônia torna-se mais íntima

  • Na maioria das vezes sai mais em conta o casório no exterior

  • A experiência é única

 

Pontos negativos:

  • Na alta temporada o valor fica mais elevado

  • Nem todos os convidados conseguem ir devido aos custos e disponibilidade

  • Se não conhece um salão por lá, precisa levar os seus profissionais de beleza

  • Podem ocorrer imprevistos

 

Para concluir

 
O casamento é um dos momentos mais importantes na vida de um casal e o Destination Wedding surge como opção para você que busca algo incrível na hora do tão esperado sim.

 

A partir dessas dicas, junte o seu noivo e faça a sua lista de aspectos positivos e negativos, analise o quanto pretendem gastar, se preferem uma cerimônia  íntima ou um evento maior e principalmente, não tenham medo de arriscar!

 

Cada detalhe é relevante para que tudo ocorra da melhor forma possível.

Sem dúvidas um lindo cenário é fundamental, para que os registros fiquem na memória, assim como uma boa equipe de fotógrafos, portanto feche os olhos e dê asas a sua imaginação, tudo é possível a partir do momento que você acredita nisso.

 

Será uma viagem maravilhosa, capaz de emocionar, trazer boas lembranças e fortalecer a união. Portanto, espero que o seu casamento seja repleto de realizações, sorrisos contagiantes e muito amor. Faça deste, um momento mágico para vocês e para as pessoas que vocês amam. E conte comigo para registrar esse dia. 

 

 

 

Sobre o autor

 

Sou Daniel Stochero. Fotógrafo, publicitário e o meu objetivo é contar histórias através das minhas fotos. 

 

Saiba mais sobre mim aqui.

 

 

 

 

Sobre o autor

 

Sou Alessandra Cássia. Estudante de Relações Públicas, sonhadora e sempre com um sorriso no rosto.

 

 

 

 

 

 

Please reload

Casamento Bruna e Daniel - Galpão Villa Nativa

15/11/2019

Formatura Annelise e Patrícia

08/09/2019

1/3
Please reload

Casamento

Renata e Willian